Resenha de livro: Caçando Eichmann, de Neal Bascomb

Caçando Eichmann de Neal Bascomb (Rio de Janeiro: Objetiva, 2010, 383 pp.)

Há mais de 50 anos atrás, Adolph Eichmann, um ex-oficial nazista fugitivo, foi seqüestrado num subúrbio de Buenos Aires próximo à sua residência na Argentina por agentes do Mossad, o serviço secreto israelense. Logo após, foi julgado e condenado à morte em Jerusalém por sua contribuição ao holocausto, nesta que foi a primeira e única aplicação da pena de morte em toda a história de Israel. Os relatos dessa operação, contudo, somente vieram à tona há pouco tempo. Sabe-se hoje, por exemplo, que a operação não foi promovida por agentes privados, como alegado por algumas autoridades da época, mas que possuía o aval oficial de David Ben Gurion, Primeiro-Ministro de Israel e um dos líderes do movimento sionista. Neal Bascomb, inspirado em alguns desses documentos recém divulgados, bem como em diversas de suas entrevistas, aborda em sua obra os detalhes e a logística desse marcante evento da história, que posteriormente foi trabalhado por Hannah Arendt no livro Eichmann em Jerusalém.

Continuar lendo

Anúncios